Pesquisar
Pesquisar
Conheça as gírias e expressões do Chile

Conheça as gírias e expressões do Chile

A língua oficial do Chile é o espanhol, mas assim como qualquer outro país, podemos facilmente encontrar variações na pronúncia, no uso de palavras comuns, além das gírias e expressões. Mesmo quem conhece bem a língua de Cervantes pode estranhar um pouco, pois o espanhol chileno é muito marcado pela informalidade e por influências de outras línguas como a língua mapuche.

língua mapuche ou mapudungun (literalmente, a fala da terra) é o idioma dos mapuches, um povo ameríndio que habita milenarmente certas regiões do Chile e da Argentina. A identidade mapuche possui cerca de 440.000 falantes com diversos graus de competência linguística. Ela incorporou palavras do espanhol e do quíchua (outro idioma autóctone) e, por sua vez, introduziu no léxico do espanhol uma grande quantidade de palavras relacionadas com a flora da região habitada pelos mapuches.

Gírias

Gíria é uma linguagem popular, criada e usada por determinados grupos para substituir termos formais ou tradicionais. No Brasil, as gírias são utilizadas por grande parte da população e fazem parte do dia-a-dia da maioria dos brasileiros, e em outros países não é nada diferente.

Os chilenos e especialmente os jovens, contribuem todos os dias para enriquecer o vocabulário de expressões idiomáticas ou gírias. Confira abaixo algumas expressões comuns no Chile:

A

Achuntar: Acertar, apontar, encontrar uma resposta.
Al lote: Desordenado, sem regras, de qualquer jeito.
Al tiro(a): Imediatamente, rápido, agora.
Apestarse: irritar-se, desgostar-se, aborrecer-se.
Apitutado: Alguém que tem bons contatos e consegue objetivos através deles (tem QI – quem indica).
Apretado: Ser egoísta, tacanho, avaro.
Arriba de la pelota: Estar bêbado.
Arrugar: Dar um passo atrás, arrepender-se, desistir.
Avispado: Audaz, ágil, inteligente.

B

Bacán: Bom, incrível, excelente, espetacular, bacana,  gente boa, legal.
Barsa: Sem-vergonha, atrevido, pessoa desagradável.
Bombilla: Canudo.
Bolsero: Pessoa que pede coisas ou favores frequentemente.
Buena leche: Pessoa boa, honesta, transparente, com boas intenções.
Buena onda: Legal
Bronca: Raiva, desgosto, irritação.

C

Cabra/o: Garoto/a, menino/a, moleque, pessoa de pouca idade.
Cabritas: Pipoca.

¿Cachai?: Sacou? Entendeu? Sabe? Os chilenos, quando escrevem e falam de forma coloquial, não colocam a consoante no final do verbo. Por isso que o “cachar” vira “¿cachai?” –  vem do inglês catch (pegar).

Cachar: Mirar, ver algo, entender.
Cachureos: Coisas variadas que se guardam, mas que têm pouca utilidade, quinquilharias.
Cahuín: Mentira, enredo, invenção que engana e confunde, fofoca.
Calugazo: Beijo com paixão.
Caña: Ressaca.

Cancelar: Pagar – em outros países de língua espanhola a palavra “cancelar” tem o mesmo significado que em português: “cancelar”, mas no Chile cancelar é “pagar”.

Capacha: Prisão.
Carrete: Festa.

Carretear: Festejar, sair a fazer festa. Festa também pode ser chamada de carrete por lá.
Careraja: Cara de pau, sem vergonha, descarado.

Cleta: Bicicleta.
Copete: Bebida alcoólica.
Copucha: Fofoca.
Chiva: Mentira.

Cuático: Algo complexo, surpreendente. Um filme pode ser cuático, no sentido de ser surpreendente. E uma prova pode ser cuática, no sentido de ser difícil, complexa.

Cucho: Gato.
Curao: Bêbado
Cuea: Sorte.
Cueca: Dança típica chilena.
Cuecazo: Festa com muita cueca (dança típica).
Cuico: Rico.

CH

Chanta: Pessoa ruim, mentiroso.
Chapa: Apelido, nome falso.
Chala: Sandália, chinelo.
Chela: Cerveja (a nossa breja, ceva, gelada).

Choro: Essa palavra pode ter dimensões positivas e negativas. Em alguns contextos, pode significar alguém inteligente, esperto, audaz. Em outras situações, pode se referir a um indivíduo perigoso, ladrão, em outras “valentão” e também é choro algo que é engraçado.

Chorearse: Irritar-se, ficar com raiva
Chimbombo: Garrafão de vinho (geralmente de 5 litros).
Chucha: Órgão genital feminino.

D

Dar pelota: Prestar atenção a alguém.
Dale color: Exagerado.
De perilla: Oportuno, algo que chega no momento justo.
Denso: Pessoa séria, quase mal-humorada que tende a ver as coisas muito rígidas e não de forma leve.
Descueve: Muito bom, excelente, espetacular.
Doblado: Muito bêbado, drogado, inconsciente.

E

Echar la foca: Repreender, censurar alguém.
Embarrarla: Arruinar algo ou uma situação.
Engrupir: Seduzir, paquerar. Também mentir, enganar.
En pelotas: Nu, sem roupas.
Encalillado: Pessoa endividada.
Enrollado: Muito envolvido, muito sensível, muito reflexivo. Complicado.
Está filete: Quando algo está muito bom.
Está peludo: Quando algo está difícil.
Estirar la pata: Morrer.

F

Fiambre: qualificativo para hediondo, pútrido, de mau cheiro.
Filo: Não importa.
Fome: Aborrecido, sem graça, chato, entediante.
Fonda: Lugar onde se celebram as Fiestas Patrias (festas do país).
Fresco: Atrevido.

G

Gallo/a: Se usa para designar a uma pessoa jovem.
Gamba: Uma moeda de 100 pesos.
Ganso (a): Boba, ingênua.
Gauchada: Favor.
Gil: Bobo, idiota, imbecil.
Guacho: Filho não reconhecido por seu pai, órfão.
Guanaco: Veículo que pertence à Polícia que lança água para acabar com os distúrbios.
Guagua: Se pronuncia “uaua” e é um jeito carinhoso de se referir a um bebê.
Guata: Barriga, pança, estômago.
Guater: Banheiro, WC.
Guatón: Barrigudo.

H

Harto(a): Muito, em grande quantidade.
Hachazo: Mal-estar matinal produzido pelo excesso de álcool do dia anterior, ressaca.
Hallulla: Tipo de pan.
Huaso: Camponês chileno, caipira.
Huevada: Bobagem, estupidez, algo insignificante ou de pouca credibilidade.
Huevón: Utiliza-se para qualificar alguém de bobo ou estúpido; no entanto, também pode
significar amigo. Tem múltiplas derivações.

I

Inflar (a alguém): Prestar atenção, ter em conta.
Inflado: Aquilo que vale menos do que se diz.
Irse al chancho: Exceder-se, abusar.

J

Jarana: Festa, Diversão.
Jeta: boca.
Jote: Atento com as mulheres.
Julepe: Medo, temor.

K

Kilterry: cão sem raça determinada, qualificativo para cachorro de rua, vira-lata.

L

La firme: A verdade, o real.
La raja: Situação ou coisa muito boa (também é um palavrão).
Lanza: Delinquente, ladrão, mafioso, ladrão de rua, batedor de carteira.
Lata: Aborrecimento, desmotivação, “Que saco!”.
Lesear: À toa, entreter-se, bobear.
Leseras: Bobagens, banalidades.
Liz Taylor: Pronto
LJ: Fui
Lolo(a): Garoto(a), jovem.
Longi: Louco, bobo, pessoa pouco experta e distraída.
Los pacos: Gíria para falar sobre os policiais, os tiras. Lá, os nossos guardas civis ou policiais militares são oficialmente chamados de CarabinerosLos pacos é a forma coloquial e popular de chamá-los.
Luca: Pesos (dinheiro), equivalente a $1000 pesos (mil pesos), os chilenos também utilizam no diminutivo “luquita”, quando querem dizer que está muito barato.

M

Macanuda: Excelente, muito boa.
Machucado: Golpeado.
Mala leche: Pessoa mal-intencionada, ruim, negativa.
Mala onda: Algo chato.
Mano de guagua: Avaro, egoísta, mesquinho, mão de vaca, pão-duro, pessoa que não gosta de gastar dinheiro.
Me carga: Algo que irrita (irrita-me).
Micro: ônibus do transporte público, circular.
Mina: Mulher, menina, garota. Além do genérico se usa para denominar a mulheres atraentes.
Mino: Homem, menino, jovem. Além do genérico se usa para denominar a garotos atraentes.

N

Ene: Muito, bastante, grande quantidade.
Nanai: Carinho, carícias.
Ni ahí: Não me importa.
No estoy ni ahí: No me importa, não estou nem aí.

O

Ojo: Atenção!
Onda: Vibração, energia negativa ou positiva.

P

Pagar el piso: Expressão que se usa quando uma pessoa que trabalha pela primeira vez paga para seus companheiros ou familiares com o seu primeiro salário um jantar ou uma roda de aperitivos.
Papaya: Fácil.
Paracaidista: Qualificativo para quem vai a algum lugar ou festa e que não tenha sido convidado.
Pato: Pessoa sem dinheiro.
Patas negras: Amante de uma mulher ou homem comprometido ou casado.
Patiperro: Quem viaja muito.

Pasarla chancho: Chancho é uma das formas de dizer porco. Então, quando alguém passou “chancho” é porque passou muito bem, comeu bastante, ficou mais que satisfeito, ficou “cheio”.

Pega: É o equivalente ao nosso “trampo” e pode ser um bico ou um trabalho fixo. Quando os chilenos dizem “harta pega” é porque o trabalho está bombando.

Pelar: Falar mal de uma pessoa pelas costas.
Pelolais: Patricinha.
Peludo: Difícil, complicado. Alguém peludo, alguém velho, maduro.
Pico: Órgão genital masculino.
Pichanga: Jogo de futebol (pelada).

Piola: Inadvertido, tranquilo, de boa, alguém que faz as coisas de forma discreta.
Po!: Pô!, poxa! (interjeição usada com frequência em finais de frases).
Pololeo: Relação amorosa, de parceiro quando não estão casados, namoro.
Pololos: Namorados, pombinhos. Quando alguém “está de pololo” é por que está namorando, formando um novo casalzinho. Também se diz “pololear”, para dizer namorar.

Porfa: Por favor.
Plancha: Vergonha.
Pucho: Cigarro.

Q

Queque: Usa-se para designar o bumbum das pessoas.
Que entrete!: Divertido!
Que lata!: Que saco!
Quiubo: cumprimento que alude a ¿qué hubo? ou ¿Qué ha sucedido? (o que houve?, o que aconteceu?)
Quiltro: Vira-lata, cão sem raça definida.

R

Rajado: Muito rápido, muito generoso, muito bom para festar.
Rasca: De má qualidade, pouco fino, ordinário, vulgar.
Rico: agradável, divertido, gostoso

S

Sacar la cresta: Bater em alguém, golpear alguém.
Sacar pica: Provocar ciúmes ou inveja a alguém.
Seco(a): Quando alguém é muito bom em algo, habilidoso.
Sencillo: Dinheiro trocado.
Sócio: Amigo.

T

Taquillero: na moda.
Tata: Avô.
Te tinca?: Você está a fim?
Tocar el violín: Ser o terceiro acompanhando a um parceiro, segurar vela.
Tollero: Pessoa mentirosa.
Tirar: Beijar.
Tuto (hacer): Dormir, fazer naninha. Ter tuto, ter sono.
Trucho: Algo pirata, falso, cópia, imitação.

U

Último: O pior, péssimo.

V

Vaca (hacer una): Coleta de dinheiro entre vários, fazer uma vaquinha.
Viejo Verde: Homem mais velho que tende a paquerar mulheres muito mais jovens do que ele.
Virarse: Ir-se, retirar-se de um lugar.

W

Wea: Coisa.
Weón / Weona: Pode significar “amigo”, “cara” ou ser um xingamento, dependendo do contexto. Pode até virar verbo. As combinações são infinitas: “Weón weón, weón”, por exemplo, significaria algo do tipo “Que cara imbecil, né amigo?”.

Y

Ya!: Ok!
Yapa: Algo que te dão grátis, de presente.
Yunta: Melhor amigo, companheiro.

Z

Zetear: Dormir.
Zombi (andar como): Dormido, com sono, meio inconsciente.


Fonte: InRoutes e Like Chile