Pesquisar
Pesquisar
9 gírias que você vai ouvir no Chile

9 gírias que você vai ouvir no Chile

A calzón quitado

“Tirar as calças”: Conversar com precisão e honestidade. A frase teria surgido a partir do antigo costume de punir as crianças nas escolas por um delito muito grave, onde eles deviam baixar suas caças (calzón) para receber palmadas no bumbum.

Andar con la mona

“Caminhando com mona”: É quando alguém bebeu demais e não consegue ficar em pé.

Caído del catre

“Caiu do berço”: Assim se chama pessoas que agem de forma estranha. É comum que crianças inquietas caiam fora do berço durante o sono. Por isso, dizem que os mais lentos para tomar alguma decisão e reagir a diversas situações caíram do berço. A queda do berço infere-se que eles ficaram com danos cerebrais.

Dar jugo

“Dar suco”: Significa dizer tolices e inconsistências, ser irritante. A sua origem está associada com a atitude do bêbado que quando bebe em excesso começa dizer coisas inconsistentes. Por outro lado, nesta comparação, está a fruta madura que prestes a apodrecer solta uma espécie de suco.

Estar arriba de la pelota

“Estar em cima da bola”: Andar bêbado ou drogado, mas não a ponto de perder a consciência. Andar cambaleante, com o corpo oscilando de lado a lado. Não está com as ideias bem coordenadas, mas com muita euforia. Fala-se isso para as pessoas bêbadas, pois elas andam de um jeito parecido aos truques feitos em cima de bolas no circo.

Marca chancho

“Marca porco”: Em 1930, tornou-se famosa uma cerveja que tinha o nome de Pig (chancho em espanhol e porco em português). Isso inspirou alguns fabricantes de cigarros muito baratos e de qualidade incerta a criar uma variedade que identificaram como “Marca Chancho”. Assim nasceu a “Marca chancho”, para se referir a produtos de origem duvidosa.

Ojo al charqui

“Olho para charque”: Charque é o mesmo que carne-seca, ou seja, carne cortada em fatias, salgadas e secas ao sol. Para que não se roubassem animais era necessário vigiar permanentemente. Assim nasceu esta frase, usada para avisar que algo deve ser cuidadosamente monitorado.

Bailar con la fea

“Dançar com a feia”: Significa que alguém deve suportar um contratempo ou tolerar uma situação desagradável. Esta frase começou a tomar forma nas celebrações do passado, quando mulheres ficavam sentadas à espera de homens que as chamariam para dançar. Antes, o cavalheirismo não permitia que uma mulher fosse dançar por ela mesma sem um pedido por parte do homem, mesmo que a mulher fosse desprovida de beleza.

Mojarse el potito

“Molhar o bumbum”: Significa ser ousado, arriscar-se. A frase foi criada no campo, quando um cavalo tinha que atravessar um córrego ou rio e sua profundidade era desconhecida. Nessa circunstância, muitas pessoas diziam que eles iriam molhar a bunda.


Fonte: InRoutes e Like Chile