Galicismos são estrangeirismos provenientes da língua francesa, ou seja, vocábulos em francês que entraram no português, sendo aceitos e usados com frequência em diversos contextos.

Existem inúmeros galicismos no português, alguns apresentam-se na sua forma original, outros sofreram processos de aportuguesamento. O francês foi uma das línguas que mais contribuiu no português com empréstimos vocabulares, principalmente na culinária e gastronomia, na moda e vestuário e no nome de objetos de uso diário.

Abajur — Do francês abat-jour — Luminária de mesa.

Ateliê — Do francês atelier — Oficina de artesãos.

Baguete — Do francês baguette — Pão francês fino e longo.

Batom — Do francês bâton — Bastão usado para pintar os lábios

Bar — Vem do francês antigo barre, “obstáculo, barreira”. Recebeu esse nome porque era um móvel longo que separava os atendentes dos clientes das tavernas, servindo para colocar sobre ele o que a casa oferecia.

Bege — Do francês beige — Cor amarelada, como a da lã em seu estado natural.

Bijuteria — Do francês bijouterie — Adorno barato.

Bistrô — Do francês bistrot — Restaurante pequeno, típico da França.

Birô — é um aportuguesamento do francês bureau. E esta palavra vem de burel, o tecido grosseiro de lã que era usado para cobrir as mesas dos escriturários após o trabalho.

Boate — Do francês boîte — Casa noturna

Bufê — Do francês buffet — Mesa para servir iguarias, bebidas, etc. Esta palavra, que quase só conhecemos de um restaurante com certo tipo de serviço, também é o nome do móvel onde são colocados os alimentos que a casa coloca à disposição da clientela. É uma palavra francesa, com origem indeterminada. Tentou-se aportuguesá-la para bufete, mas ao que parece a ideia não vingou.

Buquê — Do francês bouquet — Ramalhete.

Capô — Do francês capot — Cobertura de motor de veículo.

Carrossel — Do francês carrouse — Brinquedo próprio de parques de diversões.

Cassetete — Do francês casse-tête — Cacete curto de madeira ou borracha usado por policiais.

Champanhe — Do francês champagne — Vinho branco espumante fabricado na região de Champagne (França).

Chique — Do francês chic — Elegante.

Chofer — Do francês chauffeur — Motorista.

Comitê — Do francês comité — Local em que se reúne determinada comissão.

Conhaque — Do francês cognac — Bebida alcoólica obtida pela destilação do vinho branco.

Creme — Do francês crème — Substância espessa, gordurosa, branco-amarelada.

Croquete — Do francês croquette — Bolinho de carne.

Cupom — Do francês coupon — Pedaço de cartão ou de papel impresso que dá a seu possuidor certos direitos; tíquete.

Debutar — Do francês débuter — Iniciar-se na vida social, ao completar 15 anos.

Decolagem — Do francês décollage — Ato ou efeito de decolar, levantar voo.

Demodê — Também vem do francês démodé, e é sinônimo de fora de moda, desatualizado.

Esqui — Do francês ski — Longo patim de madeira, metal ou material sintético, para andar ou deslizar sobre a neve.

Guardanapo — Vem do francês garde-nappe, sendo nappe proveniente de mappa, do latim.

Guichê — Do francês guichet — Pequena janela por onde se atende o público.

Maiô — Do francês maillot — Traje de banho feminino.

Manicure — Do francês manucure — Profissional do tratamento de unhas.

Maquiagem — Do francês maquillage — Conjunto de produtos cosméticos.

Menu — Do francês menu — Cardápio.

Metrô — Do francês métro — Sistema de transporte urbano de massa realizado por trens elétricos. (abreviatura de metropolitano).

Nostalgia — Do francês nostalgie, sinônimo de estado de tristeza causado pela distância do país natal.

Omelete — Do francês omelette — Fritada de ovos batidos.

Purê — Do francês purée — Prato preparado com legumes amassados e servidos em consistência pastosa.

Réveillon — Do francês réveiller, significa “acordar, deixar de dormir”, de velare, “fazer vigília”, de vigilare.

Retrô — Do francês rétro, trata-se daquilo que assinala um retorno ao passado, imitando ou retomando um estilo anterior (diz-se de moda, decoração, obra artística, literária, etc.).

Sutiã — Do francês soutien-gorge — Roupa íntima feminina usada para sustentar os seios.

Suíte — Vem do Francês “la chambre ensuite la salle da bain“, que significa “o quarto seguido do banheiro”.

Toalete — Do francês toilette — Aposento sanitário; banheiro.

Palavras francesas na gastronomia

baguete (de baguette);
bufê (de buffet);
canapé;
champanhe (de champagne);
champignon;
chantilly;
couvert;
crepe (de crêpe);
croissant;
croquete (de croquette);
escargot;
filé (de filet);
glacê (de glacé);
maionese (de mayonnaise);
menu;
omelete (de omelette);
patê (de pâté);
petit gâteau;
petit-pois;
purê (de purée);
sauté;
suflê (de soufflé).

Palavras francesas no vestuário

batom (de bâton);
bijuteria (de bijouterie);
boné (de bonnet);
boutique;
bustiê (de bustier);
chique (de chic);
crochê (de crochet);
echarpe (de écharpe);
lingerie;
maiô (de maillot);
maquillage,
moda (de mode);
nécessaire;
pochete (de pochette);
prêt-à-porter;
robe;
sutiã (de soutien);
tailleur;
tricô (de tricot);
vitrine.

Palavras francesas para objetos

abajur (de abat-jour);
bibelô (de bibelot);
bidê (de bidet);
buquê (de bouquet);
cachê (de cachet);
camelô (de camelot);
carnê (de carnet);
cassetete (de casse-tête);
chassi (de chassis);
crepom (de crépon);
croqui (de croquis);
cupom (de coupon);
dossiê (de dossier);
maquete (de maquette);
marionete (de marionnette);
passe-partout;
placar (de placard);
souvenir.

Palavras francesas para lugares

ateliê (de atelier);
avenida (de avenue);
boate (de boîte);
cabaré (de cabaret);
cabine;
chalé (de chalet);
creche (de crèche);
garagem (de garage);
guichê (de guichet);
toalete (de toilette).

Palavras francesas nos transportes

brevê (de brevet);
charrete (de charrette);
chofer (de chauffeur);
coupé;
guidom (de guidon);
metrô (de métro).

Palavras francesas nas cores

bege (de beige);
bordeaux;
carmim (de carmin);
dégradé;
marrom (de marron);
ton sur ton.

Palavras francesas nos esportes

balé (de ballet);
grand prix;
pivô (de pivot);
raquete (de raquette).

Outras palavras de origem francesa

avalanche;
avant-première;
chance;
chantagem (de chantage);
chefe (de chef);
complô (de complot);
déjà-vu;
frappé;
gafe (de gaffe);
garçom (de garçon);
greve (de grève);
habitué;
madame;
matinê (de matinée);
mise-en-scène;
patoá (de patois);
pierrô (de pierrot);
rendez-vous;
reprise;
revanche;
Réveillon;
turnê (de tournée);
vernissage;
voyeur.

Avance mais rápido com um professor

Aprenda idiomas online com um professor particular adequado ao seu orçamento e à sua agenda!

Ver todos os professores →
Compartilhar