Cidades e países que você não reconheceria pelo nome original
imagem destacada - mosaico turco

Cidades e países que você não reconheceria pelo nome original

Nas voltas que o mundo dá, muitos lugares que reconhecemos facilmente hoje em dia, nasceram com um nome bem diferente. Em alguns casos, essa mudança ocorreu mais de uma vez.

Um dos casos mais conhecidos é da atual cidade de Istambul, que nasceu como uma cidade trácia, da Grécia Antiga, com o nome de Bizâncio e foi rebatizada no ano de 330 quando o Imperador Constantino I refundou a cidade e a rebatizou com o nome de Constantinopla. E com esse nome ficou conhecida durante 16 séculos, até que em 1930, retomou o nome de Istambul.

Vamos ver alguns outros casos…

Em 1524, o explorador italiano a serviço da coroa francesa, Giovanni Verrazzano, chega a comarca dos índios Lenapes na América do Norte e a chamou de Nova Angulene. Um século depois, esta região foi habitada por colonos holandeses que chamaram seu assentamento de Nova Amsterdã. Alguns anos depois, em 1664, depois de um conflito armado, os ingleses se apoderam da cidade e a rebatizaram com o nome de Nova Iorque, como a conhecemos até os dias de hoje.

Colômbia se chamava anteriormente Nova Granada, até que Simón Bolívar sugeriu o nome atual, derivado do nome de Cristóvão Colombo em 1818.

A capital da Noruega, recuperou seu nome original depois de muitos séculos. Era conhecida como Oslo até 1624 quando um grande incêndio destruiu grande parte da cidade medieval. O então Rei Cristiano IV da Dinamarca e Noruega, decidiu refunda-la com o nome de Cristiania e mais tarde Kristiania. Sem dúvida, três séculos depois, o nome original Oslo foi recuperado pela lei 11 de julho de 1924, sendo efetivada a partir de 1º de janeiro de 1925.

Edo é o nome que recebeu a atual cidade de Tókio, no Japão, desde sua fundação até 1868, com a Restauração Meiji.

Com a queda de Tenochtitlán, e ao longo de várias décadas, os colonizadores espanhóis foram construindo o território da Nova Espanha. Com esse nome foi conhecido o território do atual México (e outros territórios vizinhos). O Vice-Reinado de Nova Espanha chegou a englobar os territórios da Espanha na América do Norte, América Central, Ásia e Oceania, e existiu de 1535 até 1821.

Em 1644 o navegante holandês Abel Tasman batizou com o nome de Nova Holanda uma enorme ilha do pacífico. O nome fora mudado para Austrália apenas em 1824.

O nome de Alto Volta (em francês: Haute-Volta) talvez te faça lembrar de alguma aula de história. Pois foi esse o nome que teve os territórios colonizados pela França no continente africano a partir de 1919 até 1958, quando foi rebatizado com o nome de República de Alto Volta (em francês: République de Haute-Volta). Pouco tempo depois, em 1960, esse território se torna independente totalmente da França e adota o nome de Burkina Faso.

E aqui, um caso que talvez você ainda não saiba… onde ocorreu justamente o contrário.

A cidade que atualmente leva o nome de Tshwane você provavelmente a conhece pelo seu nome anterior, que ficou vigente desde sua fundação em 1980 até 2005. Falamos de Pretória, cidade sede do Poder Executivo da África do Sul.

As guerras, invasões, acordos, conflitos e tratados provocaram muitas mudanças ao longo da história, claro que existem ainda outras dezenas e centenas de casos que poderíamos citar aqui.. mas vamos deixar para um próximo artigo.


Original: Ciudades y países que no reconocerías por su nombre original (em espanhol)

HR idiomas