Este nome surgiu graças ao empreiteiro francês Aleixo Gary que firmou contrato com o ministério Imperial em 11 de outubro de 1876 para realizar a limpeza pública do Rio de Janeiro. Aleixo Gary inaugurou uma nova era na história da limpeza pública, apoiado principalmente em sua eficiência de trabalho e foi o principal responsável pela limpeza das ruas das cidades do Rio de Janeiro e Guanabara entre os anos de 1876 e 1975.

Gary utilizava de homens e carroças para fazer a coleta dos resíduos das ruas, assim gerando o primeiro sistema de coleta de resíduos urbanos do Brasil. Toda vez que havia algum lugar muito sujo, ou quando alguém jogava lixo em lugares indevidos, havia sempre alguém que dizia: “chamem o Gary”, “chamem os meninos do Gary” ou “vai ser preciso chamar o Gary”

Com o tempo, o sobrenome de Aleixo se tornou sinônimo de varredor de ruas, assim com o tempo e com as mudanças no português brasileiro e a substituição das letras “y”, o nome dos garys sofreu uma alteração e ficou conhecido como garis, sendo assim até os dias atuais.

Em homenagem a ele, a Comlurb mantém no Rio de Janeiro, uma fábrica de utensílio para limpeza urbana que leva o nome de fábrica Aleixo Gary.

Em Portugal, esse profissional é chamado de Almeida ou Varredor de Rua.

Avance mais rápido com um professor

Aprenda idiomas online com um professor particular adequado ao seu orçamento e à sua agenda!

Ver todos os professores →
Compartilhar