Pesquisar
Pesquisar
10 expressões para impressionar em sua próxima viagem a Nápoles

10 expressões para impressionar em sua próxima viagem a Nápoles

A língua napolitana ou napolitano (napulitano) é uma língua falada na cidade e na região de Nápoles, Campânia, além de regiões próximas com algumas variações, é considerada uma das mais importantes línguas dentro da Itália, depois do “italiano padrão” (que era originalmente um dialeto Toscano). A língua napolitana tem uma longa história e uma rica cultura, e os que falam essa língua são muito orgulhosos disso.

O napolitano e o italiano não são totalmente compreensíveis, com algumas diferenças gramaticais. Sua evolução foi similar a de outras línguas românicas com raízes no latim vulgar.

É muito mais difícil aprender napolitano que o italiano padrão (até mesmo para os italianos), mas se você for passar um tempo em Nápoles, vale a pena aprender um pouco de napolitano. E além disso, muitas das mais famosas canções “italianas” (como “O Sole Mio”) são canções napolitanas. Conhecer algumas expressões napolitanas irá ajudá-lo a compreender os moradores locais e seus costumes.

Origens do Napolitano

O napolitano, assim como a maioria dos dialetos italianos, é derivado da versão simplificada do latim, que as pessoas utilizavam no dia-a-dia, nas ruas, durante o Império Romano, o latim vulgar. No entanto, muitas palavras são originárias do grego, pelos simples motivo de Nápoles ter sido uma colônia Grega (por exemplo: em napolitano “salsa” é petrusino ou petrosino, original do Grego Antigo πετροσέλινον ou petrosélinon).

Espanhóis e franceses também dominaram Nápoles durante séculos, e logicamente suas línguas também se infiltraram; por exemplo na palavra “ontem” em napolitano que é “ajére”, que é semelhante ao espanhol “ayer” e “guardanapo” que é “sarvietta”, muito parecido ao francês “serviette”.

Conheça a seugir algumas das expressões mais comuns em napolitano.

Cazzimma

É quando você faz ou diz algo apenas para irritar alguém, quando você é convidado ou pedem a você para fazer algo e você não faz só para provocar, “só para contrariar”.

Freva

Significa literalmente “febre” em napolitano, mas se a pessoa diz “Andare in freva” significa ficar super irritado pro alguma coisa, até o ponto de sentir uma dor no estômago, consegue imaginar?

Exemplo: Quando você está há uma hora procurando um lugar para estacionar, aí você encontra uma vaga e vai correndo até ela, quando de repente surge um outro carro e entra na vaga antes de você! Daí você grita: Che Frevaaaaaa!

Spuzzuliare

Comer (muitas vezes com as mãos mesmo), certificando-se de não deixar nada no prato.

Exemplo: Como quando comemos frango na mão, lambendo os dedos de preferência.

Sfizio

Algo de bom que você realmente queira fazer, fazer por fazer (pois pode ser algo simples ou inútil), ou seja, algo que queira fazer mesmo que não tenha necessidade alguma.

Exemplo: Na frase “Togliersi uno sfizio” (se livrar de um sfizio) – Comer algo mesmo quando não está com fome, ou comprar uma roupa ainda que você não esteja precisando ou que talvez nem vá usar.

Ciotto Ciotto

Esta é relacionada a comida também! É apenas uma expressão que quer dizer que você comeu muito. “Farsi ciotto ciotto”, é como dizer “estou cheio”.

Arricrearsi

Quando você gostou tanto de algo que isso mudou o seu dia. Esta expressão significa literalmente “re-criar-se”.

Exemplo: Quando o meu time do coração faz uma partida perfeita e vence de 4-0, na final do campeonato e eu estou assistindo ao jogo com minha família e com meus amigos, e todo mundo está feliz e torcendo junto… “Mi Sono Arricreato!”.

Uallera

Bem, não teve jeito, tivemos que incluir esta palavra também em nossa lista… Uallera é literalmente “testículos”, mas “Avere la uallera” é quando você não tem força ou vontade de fazer algo que os outros querem fazer, e por isso você é visto como um “preguiçoso”.

Exemplo: “Vamos! Vamos lá, são apenas 20 minutos de caminhada”, eles podem responder algo como: “De jeito nenhum, estou com uallera“.

Arteteca

Esta é especialmente usada com as crianças, quando elas não ficam quietas. É original do latim arthritica, doença que afeta os ossos e as pernas.

Mas “arteteca” significa um estado de agitação e inquietação, que faz a pessoa não conseguir ficar quieta, sentada. É uma palavra muito usada como objeto direto do verbo “tenere” (ter), como na frase: “Chillu criaturo tene artéteca!”, para falar de um criança muito agitada, que não para de correr, brincar (muitas vezes deixando as mães desesperadas).

Nzallanuto

Nzallanuto é alguém que tem a cabeça nas nuvens, que vive esquecendo tudo. Ou alguém que está tão cansado que não consegue mais pensar em nada, pode dizer que essa pessoa está Nzallauta.

Rasca

Essa é um pouco nojenta. Significa literalmente muco, baba ou ranho. Mas “rascare” significa quando alguém faz um barulho com a boca ou garganta antes de cuspir, aquele ato de juntar saliva na boca (eca!).


Fonte: The Essence of Naples and Neapolitan Slang (em inglês) e Wikipedia