A língua albanesa é fascinante, tanto por sua história quanto por suas características únicas. Destacamos a seguir algumas das principais perguntas e suas respostas sobre o albanês.

Onde é falada a língua albanesa?

A língua albanesa (em albanês: gjuha shqipe) é uma língua indo-europeia principalmente falada na Albânia e no Kosovo, mas também tem falantes em outras partes dos Bálcãs, incluindo Macedônia do Norte, Montenegro, e uma presença significativa em países como Itália (arbëreshë), Grécia (arbërisht), Turquia, e na diáspora albanesa espalhada pelo mundo.

Quantas pessoas falam albanês?

Estima-se que entre 7 a 10 milhões de pessoas falem albanês, considerando tanto os falantes nativos quanto os que aprendem como segunda língua.

Qual é a origem da língua albanesa?

A origem exata do albanês é tema de debate, mas é geralmente aceito que descende de uma das línguas paleo-balcânicas (ou trácias e ilírias) faladas na região dos Bálcãs antes da chegada das línguas eslávicas. Algumas teorias sugerem que o albanês possa ser descendente direto do ilírio ou do trácio, mas não há consenso acadêmico.

A língua albanesa é semelhante a quais outras línguas?

O albanês é uma língua indo-europeia, mas forma seu próprio ramo único dentro dessa família, o que significa que, embora compartilhe algumas características com outras línguas indo-europeias, não é particularmente próximo de nenhuma língua específica. Há algumas semelhanças lexicais e gramaticais com as línguas românicas, eslávicas, e com o grego, mas essas semelhanças são mais resultados de contato linguístico ao longo da história do que de um parentesco direto.

Quais são os dialetos principais da língua albanesa?

O albanês é dividido em dois grandes grupos dialetais: o Gheg, falado no norte, e o Tosk, falado no sul. A linha divisória entre eles é tradicionalmente o rio Shkumbin. O padrão oficial da língua albanesa é baseado no dialeto Tosk.

Quais são algumas características únicas da língua albanesa?

Evidencialidade: O albanês tem um modo verbal que indica a fonte da informação, se o falante a viu diretamente, ouviu falar ou inferiu.

Casos gramaticais: Possui um sistema de casos gramaticais para substantivos, pronomes e adjetivos, o que afeta a forma dessas palavras de acordo com sua função na frase.
Palavras emprestadas: Apesar de sua singularidade, o albanês incorporou muitas palavras de línguas com as quais entrou em contato ao longo dos séculos, incluindo latim, eslavo, turco e italiano.

O albanês tem seu próprio alfabeto?

O albanês usa o alfabeto latino, mas com algumas adaptações. Inclui letras como ë, ç, e algumas combinações de letras para representar sons específicos da língua, como dh, gj, ll, nj, sh, e zh.

Avance mais rápido com um professor

Aprenda idiomas online com um professor particular adequado ao seu orçamento e à sua agenda!

Ver todos os professores →
Compartilhar